Irlanda planeia nova lei de jogo online

No âmbito das regulamentações do jogo online, chegam bons indícios da Irlanda.

A Irlanda possui actualmente leis de jogo bastante ultrapassadas já que datam de 1936 e 1956.

No entanto, soube-se recentemente que 2012 poderá ser o ano de mudança nesse aspecto já que o Ministro da justiça, Alan Shatter anunciou que as leis vão sofrer alterações significativas no segundo trimestre de 2012.

Assim, a nova legislação irá permitir que se façam encaixes importantes através da tributação e licenciamento dos operadores.

Trata-se duma situação que irá agradar a ambas as partes já que o povo irlandês é conhecido pela sua aptidão para as apostas de corridas de cavalo.

Com uma legislação que inclua o jogo online, os irlandeses passam também a dispor de mais possibilidades e ofertas online.

Sobre a situação, o ministro da Justiça irlandês comentou: “As falhas na lei em vigor, como a falta de legislação do jogo online, transforma todos os dias as pessoas em alvos vulneráveis perante riscos considerados inaceitáveis”.

Com a nova lei que se espera, o Ministério da Justiça passa a ter total controlo sobre a actividade (licenciamento e supervisão das empresas). Antes, tais funções estavam a cargo do Ministério das Finanças irlandês.

Nesse projecto governamental um assunto também discutido é um provável aumento dos impostos sobre as receitas. Os valores passariam de 1% para 2%, mas tal ideia já agita as relações entre os operadores locais e o estado.

O maior operador de apostas na Irlanda, Paddy Power, já confessou que tal poderá cortar a competitividade daqueles que sempre operaram no país, favorecendo outros operadores que exercem a sua actividade a partir de sedes em offshores.

Os responsáveis de Paddy Power já deixaram transparecer que caso tal agravamento de impostos vá para a frente que poderão seguir as pisadas dos concorrentes.

Contudo, a boa relação entre a empresa Paddy Power e o estado poderá ser suficiente para que os dirigentes tenham no mínimo em consideração a opinião da operadora de apostas.

Seja como for, o segundo trimestre de 2012 adivinha-se como um passo em frente na matéria da regulamentação do jogo online na Irlanda.