Proibição do Jogo Online na Grécia foi Contraproducente

Actualmente, a Grécia é o espelho a nível europeu da enorme crise económica que se abate no mundo.

O país encontra-se na mais frágil situação económica de sempre e quaisquer soluções para angariar receitas fiscais são bem vindas.

Assim, o governo viu-se forçado a criar um programa que visa garantir cerca de sete mil milhões de euros.

Uma das medidas a ser promovida, será abolir a proibição do jogo, tanto na vertente física como online, e a criação de um projecto de lei que legalize o mercado para as empresas de apostas.

George Papaconstantinou, ministro das Finanças informou que o mercado de apostas ilegais transacciona cerca de 4 mil milhões de euros anuais.

Confirma-se assim que este mercado de casino online gera de facto muito dinheiro e que a tal proibição teve efeitos contrários já que actualmente operam na Grécia mais de 250 sites de apostas online. Tal prova que a população grega adora jogar. A maior empresa de jogos na Europa é actualmente a OPAP SA.

O governo tem uma participação na ordem dos 35% e o monopólio das apostas desportivas na Grécia até 2020. O governo espera assim para este ano que entrou a obtenção de 500 milhões de euros só com a lei, até porque espera ainda autorizar oito ou nove lojas de apostas no país.

Com o IVA que irá obter mais a percentagem estipulada para se poder abrir legalmente uma empresa no país, o Estado espera ir buscar fundos urgentes para ajudar a tapar o buraco do défice.

Em Janeiro de 2011 o projecto de lei tem início e vem com objectivos bem definidos e traçados. Será a abertura controlada dum mercado que visa combater o jogo ilegal, mas existe também a esperança a arrecadar largos milhões que ajudem o Estado Grego a sair duma crise sem precedentes.