Stanley Ho ainda é o rei dos casinos em Macau

Stanley Ho, um dos homens mais ricos do panorama asiático encontra-se com 88 anos e possui um vasto leque de casinos que já foram considerados como refúgio para o crime organizado chinês. Quem o afirma são as autoridades internacionais. De qualquer modo, ele ainda domina o mundo do jogo na região.

Apesar de na última década existir a concorrência de corporações como Las Vegas Sands Corp, Wynn Resorts Ltd. e MGM Resorts, as 18 propriedades de jogo de Stanley Ho continuam a prosperar. Note-se o exemplo que no primeiro semestre de 2010, as acções da SJM Holdings, exibiram um lucro de $104 milhões.

Os casinos de Ho vão desde salões cheio de fumo com slot machines até ao esplendoroso Grand Lisboa, um resort vistoso e elegante construído em forma de uma flor de lótus. Estas propriedades de Ho podem não ter a grandiosidade de outras mas o facto é que possuem cota no mercado. A SJM controla cerca de 32% das receitas do jogo em Macau. O Las Vegas Sands obtém 30% e o Wynn à volta de 16%.

As propriedades de Ho continuam a sua escalada com o Grand Lisboa a crescer em lucro cerca de 96% no primeiro semestre deste ano. Stanley Ho detém o monopólio do jogo em Macau há 40 anos. É considerado um dos homens mais ricos pela revista Forbes, apesar de já ter “caído” do lugar 84 em 2006 para o lugar 701 em 2009.

No ano passado, Stanley Ho teve de ser hospitalizado alguns meses devido a um problema de saúde (não revelado). Tal trouxe ao de cima a questão da sucessão do bilionário que está prestes a fazer 89 anos, apesar de se levantarem de imediato vozes que afirmaram que a SJM encontra-se em boas mãos e assim continuará.